sexta-feira, 28 de fevereiro de 2014

Vamos fugir do carnaval?

Lá vem de novo, aquela época que você daria tudo pra ser líder das Moças ou do Rapazes, para acompanhá-los nos Acampamentos ou Conferência de jovens, durante o período do carnaval.
Já escrevi AQUI sobre isso, e também já dei muitas opções de Brincadeiras e dinâmicas.
Mas ainda pensando naqueles que não sabem o que vão fazer durantes esses dias selecionei algumas atividades para você e sua família se divertirem muuuuuito.

  • Correntes de histórias. Faça argolas coloridas de papel, reúnam-se em círculo e cada um conta uma história; e a cada história contada vai ligando as argolas, formando uma corrente. Isso pode ser feito para contar histórias que apresentem lições de vida e de boas práticas, como as das escrituras. 
  • Show de talentos. Vocês podem fazer um palco, podem usar cortinas ou mesmo lençóis e preparar e ensaiar um show de teatro, música ou dança; preparar convites feitos à mão ou no computador e oferecer para vizinhos, familiares, e amigos da escola; preparar lanche, caprichar na maquiagem (se for representar bichos, árvores, etc.) e fazer a apresentação. Pode até conversar com a escola para estimular esse tipo de prática, pois ajuda no desenvolvimento criativo das crianças. 
  • Um presente. Em alguma ocasião especial ou quando alguém especial adoecer, poderão construir ou confeccionar um presente e levar pessoalmente. "Acho que vou usar essa ideia, porque faço aniversário no meio do carnaval, heheheehe"
  • Aprendendo a cozinhar. Brinque com seus filhos e ensine-os a gostar de cozinhar, você pode preparar com eles tanto comida de verdade como fazer fictícia, utilizando acessórios de brinquedos. 
  • Navio em busca dos tesouros. Você pode montar um cenário de navio, pode fazer o desenho de um navio em papelão, ou numa enorme caixa, se couber todo mundo; faça janelas, pintem o barco, coloque um lençol azul no chão para representar o mar, faça peixinhos de cartolina e espalhe. Pode fazer o leme de isopor, e criar a história de que vocês estão navegando em mares profundos e vão encontrar os tesouros escondidos, como beleza espiritual, amor, bondade, serviço ao próximo, etc... 
  • Ver fotos da família. Seu filho vai achar um barato ver suas fotografias de quando era pequeno, dos avós, das viagens e, claro, dele mesmo. É um momento de recordação para vocês dois e muito importante para a criação da identidade dele, entender como cresceu, quem é sua família. Para a brincadeira continuar, vocês podem renovar o álbum ou criar novos: a criança vai adorar participar.
  • Dançar no meio da sala.Dançar faz bem a qualquer um. Exercita o corpo, ensina ritmo e amplia o repertório musical. Coloque uma música bem gostosa e saia dançando com seu filho assim mesmo, no meio da sala. Dançar também é desenvolvimento social, pode aproximar de outras pessoas e oferecer possibilidades de integração pela vida toda.
  • Imitar bichos para outros adivinharem. A partir das observações da natureza feitas durante passeios ao ar livre, as crianças já conseguem imitar bichos. Aproveite para usa rssa capacidade e brincar de mímica.
  • Brincar de casinha. Criança brinca de casinha em qualquer lugar, mas fazer na cabaninha é melhor ainda. Pegue lençóis, travesseiros, almofadas, cobertores, pratinhos e copos de plástico, bonecos, livros e até uma lanterna. Aí é só prender o lençol em duas cadeiras ou amarrado na janela. Também vale usar aquelas cabanas prontas, fáceis de montar. Aproveite para entrar, junto com seu filho, no encantado mundo do faz-de-conta. É na brincadeira de casinha que ela treina os papéis na sociedade, usa e abusa da imaginação.
  • Vivo ou morto? É bem simples: Um participante fica em pé, de frente para o grupo. Ele dá dois comandos: “vivo” – e todos têm de ficar em pé – ou “morto” – quando todos agacham. A diversão fica por conta de quem se atrapalha, erra o comando e sai do jogo. O único participante que sobrar será o vencedor.
Aproveite a infância de seus filhos para construir um elo de amor, segurança, e uma amizade sincera e eterna.




Postar um comentário